CURRÍCULO

A proposta educacional do ensino infantil em nossa escola é sempre pautada pelo respeito à criança, que é tratada como indivíduo livre, pensante, capaz, potente, criativo, crítico, descobridor de seu espaço, ousando sempre novas descobertas, construindo seus valores, interagindo em seu meio ambiente e modificando-o.A didática adotada favorece a reflexão, a invenção e a troca ampla e aberta de experiências em uma postura educacional que reconhece no aluno múltiplas habilidades e favorece seu desenvolvimento. Idealizado com a intenção de favorecer a formação da criança num horizonte amplo de práticas e repertórios diversificados de informação, o currículo está estruturado nas seguintes áreas de atividades:

Aprendizado pela ação e experimentação

A aprendizagem é o processo pelo qual um comportamento, ou a disponibilidade para um comportamento, é modificado pela experiência.

Refere-se tanto à aquisição de uma resposta inteiramente nova quanto à mudança de uma determinada conduta já presente no repertório da criança.

Com essa consideração, o trabalho desde a educação Infantil possibilita à criança a experimentação, a prática da análise e da síntese por meio de atividades que a levam a desenvolver a percepção e a capacidade de comparação, diferenciação, reconhecimento e combinação de elementos, em um processo de aprendizagem que parte do concreto para o abstrato.

Programação

A programação envolve atividades variadas, destinadas a promover o desenvolvimento físico, intelectual e emocional dos alunos, e inclui, entre outros, a educação física e os jogos, a consciência ecológica, a educação sensorial, a socialização, a prática do pensamento criador e crítico, a sondagem de aptidões, o incentivo ao raciocínio lógico e o estímulo ao senso estético, em um esforço integrado de desenvolvimento da personalidade.

As atividades individuais e coletivas processam-se por meio de estudos dirigidos de educação artística, por meio da música, das artes visuais, da dança, do teatro e da exploração do meio extra-escolar entre outras. Essa investigação da realidade inicia-se com a exploração da escola (espaço físico e trabalho dos colaboradores) e segue de acordo com os interesses da criança, proporcionando–lhe um enriquecimento experimental das atividades propostas em sala de aula.

Acreditamos que este relacionamento de qualidade, com pessoas específicas como referência e sendo cuidados de forma integral os alunos crescerão saudáveis, felizes e com uma infância de excelente qualidade.

Alfabetização com Prazer

A criança comunica-se não só por meio de palavras, mas também de sons, gestos e ações. Por isso, a alfabetização não se limita à leitura e à escrita, ela se estende a todos os níveis da vida social. Para que esse processo se dê com eficácia, é preciso que o aprender inclua prazer. Aprende-se mais e melhor com a troca de informações e experiências; não basta só memorizar, é fundamental exercitar a imaginação criativa.

No Sistema Objetivo de Ensino, a alfabetização é concebida como um processo em que devem ser respeitados o ritmo, as descobertas e as características individuais. Para que isso aconteça, temos uma metodologia que promove nas crianças o desejo de lidar com o código alfabético. Investigando e descobrindo seu próprio nome e palavras que para elas tenham significado, elas eventualmente chegam aos textos, músicas, poesias e parlendas. Tem-se, então, um aprendizado de caráter ativo, profundo e dinâmico, inserido em um contexto real e significativo. O aluno pesquisa, apresenta as suas hipóteses e questiona as experiências que já traz consigo.

Este conhecimento acompanha o aluno por toda a vida.